O que sinto a cada amanhecer

Foto: Arquivo Pessoal
    Em meio a  fios, carros que correm contra o tempo na agitação  diária, enquanto a vida  em movimento acontece em uma sinfonia de silêncios  e sons, entre euforia e rara calma Deus se revela da mesma forma em que  construimos memórias, amamos alguém e com um pouquinho de sorte  somos  amados...

    "Será que  temos tempo pra perder? " Gosto de  pensar nessa frase da música do Lenine. Onde escondemos o senso da fragilidade da vida no tempo que perdemos  sendo idiotas  completos?

    Hoje meu coração acordou desejando outro lugar, meu coração acordou desejando afago silencioso, sem ter que explicar, sem ter que me  render aos desejos e caprichos do outro e sem que ele precise  fazer o mesmo por mim, hoje especificamente desejei não ter que  trabalhar 12 horas por dia, por um salário que apenas paga as contas...
Hoje desejei poder  dormir  uma hora  a mais, e após tomar um café, lendo meu livro da vez, poder pegar  meus  sobrinhos e  levar para passear, para fazermos  um pic nick, para brincar no escorregador repetidas vezes até a coluna  revelar que a idade está chegando...

    Hoje meu coração queria  outro coração, que me aceitasse com toda a bagagem que tenho, mas me recordando também que  algumas  malas, não tenho mais necessidade em carregar, em um lindo contraponto do peso e  da leveza, alguém que  compreendesse a importância de manter perto alguns  amores, ah como eu queria que os amores que tenho hoje pudessem conviver em harmonia com os outros tipos de amor que ainda preciso.

       Porque há momentos em que  a necessidade é amigos, há também o momento que  preciso ser alcançada pelo sorriso dos meus sobrinhos...
Porém, existem aqueles momentos em que a falta não pode ser suprida por esses amores.... Há momentos em que a pele quer mesmo é render-se ao desejo de ter o outro Ainda que vuneravel em nudez que de tamanha intimidade parecemos estar cobertos por ela...

Hoje.... Meu coração só queria se deitar olhando para alguém ali do lado, sem necessidade de  palavras, promessas e juras, guardando em minha mente feições, jeitos, gestos e imperfeições..... Na esperança de lembrar desses detalhes quando estiver bem velhinha, sentada em uma cadeira de  balanço com uma caneca de chá assistindo a  noite atrevidamente chegar...

      Eu não sei se  existe alguém lá fora,  capaz de me  prender com  as portas da gaiola abertas, não para que eu sinta que posso ir e vir quando bem entender, mas para que a   porta  aberta me fale do porque quero estar ali, dos motivos que me fazem voltar...
Eu não sei mesmo... Não sei se há alguém capaz de validar tantos sentimentos que eu nem quero explicar, alguém capaz de compreender meus espaços, estando neles sem que eles deixem de ser  meus...
Alguém que não me  diga  bom dia se não tiver a  intenção de  colaborar para ele  ser  bom.....

Sendo assim.... Que eu  também seja capaz de cooperar para que o dia dia de quem amo faça jus ao "Bom dia" que desejo a quem passa por mim enquanto caminho para o trabalho, com esse  céu revelando a grandeza de ser bom para algo... Antes de um novo dia agitado e barulhento começar..

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CARTA PARA MINHA AMIGA

As coisas que aprendi com você depois que te perdi