sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Você não se veste como crente

Uma das vantagens de ser uma pessoa muito analítica e observadora, é o quanto algumas coisas na rotina das pessoas podem chamar nossa atenção.


A grande vantagem e ao mesmo tempo desvantagem de ser uma pessoa crítica, é o quanto podemos pensar, discordar, concordar e seja lá o que mais podemos fazer com o que vimos e ouvimos....


Meu trabalho, fica bem próximo à uma escola, então ouço algumas conversas de pais, avos e demais enquanto levam ou buscam as crianças na escola, hoje pela manhã não foi diferente.
Uma mãe, literalmente brigava com sua filha dizendo: "você odeia que eu fale mas não se veste como crente."  Eu é claro liguei meu alerta, olhei para a criança que aparentava ter 11 anos, ela estava de calça jeans, a camisa de uniforme da escola e uma jaqueta de frio, calçando uma bota...

A criança não disse nada, até porque, pelo tom de voz da mãe se ela dissesse algo, apanharia ali mesmo, no meio da rua...
Se isso me fez pensar? Anham... Então vamos ao dicionário?

CRENTE: Significado segundo Aurélio

1. Que crê.

2. Que tem fé religiosa.
3. Pessoa que crê em algo.
4. Pessoa que segue uma religião.
5. Pessoa que acredita facilmente em alguma coisa ou em alguém.


Cristão: Significado segundo Aurélio
1.  Aquele que professa a religião de Cristo.

2. Que professa o cristianismo ou lhe é relativo


Nada satisfeita, fui buscar na Bíblia o que eram vestes femininas e veste masculinas, e acreditem NÃO HÁ ESPECIFICAÇÕES.                                                   No Éden, Adão e Eva estavam nus até pecarem e se cobrirem, com pele de animais, no que pareciam vestidos.
Mas para os sacerdotes Deus faz duas exigências:


1. O sacerdote não subiria degraus para que sua nudez não fosse exposta. (Êxodo 20:26)
2. O sacerdote usaria calções por baixo da túnica e o mesmo deveria ir da cintura às coxas.  (Êxodo 28: 42)


Mas e para as mulheres?

Em Deuteronômio 22:5 Deus diz que homem não podia vestir ROUPA igual a de mulher é nem mulher roupa igual a de homem, logo somos levados a crer que algo deve ser sim diferente, mas o que especificamente não temos....

 Em 1 Coríntios 11:14-15, Paulo nos diz que para o homem é desonra ter  cabelos compridos, mas que para mulher Ele foi dado  como  uma  glória.           Em 1 Timóteo 2: 9-10, o mesmo Paulo que escreveu sobre os cabelos as igrejas de Coríntios, diz agora a Timóteo a quem ele tinha por discípulo e filho na fé escreve:
 "Da mesma sorte que as mulheres, em trajes DECENTES, se ataviem com MODÉSTIA e BOM SENSO, NÃO SE ADORNANDO COM TRANÇAS, NEM COM PÉROLAS E NEM COM ROUPAS CARAS.”

Em 1 Pedro 3: 2-5 lemos: "Observando a conduta honesta e respeitosa de vocês. A beleza de vocês não deve estar nos enfeites, como cabelos trançados, joias de fino ouro ou roupas finas. Ao contrário, esteja no seu interior, que não perece, beleza demostrada num espírito dócil e tranquilo, pois isso é de grande valor para Deus.  Era assim que também costumavam a adornar-se as santas mulheres do passado, que colocavam sua esperança em Deus elas se sujeitavam cada uma ao seu marido.”
Então...

       Vemos claramente que apesar de falarem de formas diferentes, Pedro e Paulo aconselharam as mulheres a olharem para uma mesma coisa, apenas O QUE ELAS TINHAM NO SEU INTERIOR. Aliás não foi Deus que primeiramente disse a Samuel para não atentar à aparência quando o mesmo foi ungir Davi a rei?
  
       À modéstia, não está na roupa! Nunca esteve, tão pouco estará. Ela está no coração, e se no coração estivermos errados uma  roupa de  "crente" não fara sentido algum,  se no coração tentamos aparecer mais  do que quem merece a glória, estará errado do mesmo modo.


       Como alguém que está no altar algumas vezes, como alguém que ministra a palavra, decidi há um bom tempo, que quando eu estiver, no altar eu estarei vestida da forma mais simples que puder, não quero que as pessoas olhem pra mim e vejam a mim, mas que me olhem e vejam o Cristo  redentor, gracioso e libertador que estou pregando.



        O que não  entra na minha cabeça, é essa diferença que a igreja indivíduo tenta criar entre a roupa crista e do mundo,  mas é simples  falar que  mulheres não podem usar  calças e  ostentarem vestidos que deixam todos olhando.


            Mas espera aí, Paulo e Pedro disseram sobre roupas caras não é mesmo?
ENTÃO CALÇA É PECADO, MAS VESTIDO QUE FAZ O MARIDO DA IRMÃ TE OLHAR E PECAR NÃO, BELEZA... Paulo e Pedro que estavam errados...

O mundo cristão, precisa entender que   a Cruz nos fez filhos, independente da roupa que vamos vestir, Paulo pediu decência, ordem e modéstia, logo cabe a cada qual cuidar de si, mas o que temos visto é envenenados em trajes "Santos" excluírem SANTOS E SANTAS DE CALÇA JEANS...

Temos visto crentes arrotando santidade e arrogância contrariando à beleza interior, com a qual Deus está interessado, porém minha oração, meu desejo é que mais pessoas descubram o ser maltrapilho que há em si, antes de julgar quem Deus escolhe amar, se Dele, por e para Ele são todas as coisas, que vejamos santos de calça Jeans derramarem aos pés Dele a adoração que ele merece, que lhe é devida, que possamos aprender com aquela mulher do vaso de alabastro, que somos mendigos rendidos a um amor que é maior do que tudo.

E que possamos sim corrigir e ensinar as pessoas, não no que elas devem vestir, mas em como as mesmas podem se portar, modéstia é vista no portar e não no vestir. Que no lugar de santificarmos roupas nos esforcemos em ter um espírito conduzido pelo ESPÍRITO SANTO, que refreemos  a língua criando um domínio próprio invejável.

Que como igreja indivíduo, possamos aprender que a igreja instituição é mantida, cuidada e salva pela graça, pelo simples fato de que Deus nos escolher nos acolhe para e por nós amar…


         Crente que critica crente por não vestir se como crente, não entendeu ainda o que é ser filha amada, apesar de quem se é, e do que se faz, não entendeu nadinha sobre a libertação oriunda da cruz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ler, Deus te abençoe grandemente